Por que deixamos tudo para depois?

 

A situação se repete todo ano: você promete que vai ter mais cuidado com seus compromissos mas no final das contas, acaba deixando tudo para última hora. É assim com a declaração do imposto de renda – que é enviada no último dia, com aquela matéria difícil – que só é lida na véspera da prova, com aquele projeto de vida – mas que você não sabe por onde começar. Todos nós somos um pouco procrastinadores (que ou aquele que procrastina, atrasa, adia algo). Mas por que isso acontece e como não deixar esse hábito (ruim) tomar conta da sua rotina?

Nosso cérebro é um dos grandes culpados pela procrastinação. Ele quer que você esteja envolvido em situações que remetam ao prazer! Ver um filme, jogar, ouvir música, tocar um instrumento …. Nós passamos por um processo de auto-sabotagem. Ninguém associa a leitura daquele capítulo difícil que vai cair na prova a uma situação relaxante. E com isso, preferimos o prazer imediato de assistir à televisão ou usar o facebook. E a obrigação vai ficando para depois, sempre!

Esse é o problema! A procrastinação gera angústia. A sensação de que “devia ter feito isso antes” acaba com nossa tranquilidade. Em casos mais graves, ela acaba com nossa produtividade pois, mesmo concluindo uma tarefa que foi deixada para depois, outras tantas estão atrasadas. Segundo o livro “23 hábitos anti-procrastinação“, a solução mais simples é não lutar contra o hábito ruim, mas substituir com boas rotinas que beneficiem sua vida. O truque para agir é entender por que você está adiando alguma tarefa.

Uma das saídas para acabar com a falta de produtividade é definir o que importa. Mapear as tarefas que farão algum sentido na sua vida ou que trarão de fato algum benefício para suas metas de longo prazo. Por isso, comece seu dia com as TMIs (Tarefas Mais Importantes). São essas tarefas que devem ser priorizadas e devem ser realizadas logo no início da manhã.

Outra dica bem importante é: programe uma revisão semanal. Esse conceito está bem descrito no livro “A arte de fazer acontecer“, do David Allen. Você deve, uma vez por semana, visualizar suas atividades e seus projetos pessoais para os próximos sete dias. Para isso, deve fazer três perguntas básicas: 1. Quais são as minhas obrigações pessoais; 2. Quais são os meus projetos prioritários; 3. Quanto tempo eu tenho.

Pronto! Planeje sua lista de projetos e siga em frente! Um aplicativo que gosto muito de utilizar para essa organização é o “Wunderlist“. Você deve criar três listas: uma de projetos a longo prazo, outra de projetos a médio prazo e a lista de tarefas urgentes e prioritárias. As listas podem ser compartilhadas e você conseguirá se organizar sem perder o foco!

Bom, esses são os primeiros passos para evitar a teoria do caos em sua vida. Tudo isso só é possível se você tiver metas bem estabelecidas e consolidadas. Mas falaremos sobre isso em outra oportunidade!

Agora deixe de procrastinar e comente esse post!!
Felipe Bravo
[Diretor de Criação – Iniciare Educação Criativa]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *