Como criar um futuro SMART

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.”

Além de ser autor da frase genialmente lógica e pouco seguida, Peter Drucker é reconhecidamente uma das figuras mais lembradas quando se fala em Gestão e Planejamento. Dizem por aí, sem comprovação, que o Peter criou uma ferramenta que pode ser perfeitamente utilizada para quem ainda não sabe como criar um futuro: a SMART.

Specific (Específico): Você tem que especificar com riqueza de detalhes o que você quer ser quando crescer. Vou exemplificar para ficar bem claro.

Se o seu sonho é ser um advogado bem sucedido, você precisa ser mais específico para dar certo. Advogado em qual área: Trabalhista, Penal, Cível, Tributária?  Se você não tem ideia porque ainda não entrou na faculdade ou já entrou e continua sem ideias, pesquise, todo conhecimento está a um digitar de palavras na maravilhosa fonte do saber, chamada GOOGLE. Não se esqueça de sair do campo virtual e conversar com professores e profissionais de diversas áreas, eles te dirão o cotidiano da profissão, isso ajuda bastante a clarear a mente.

Measurable (Mensurável): Para chegar ao seu objetivo você precisa mensurar quanto isso vai te custar. Tudo que pode ser medido entra aqui, principalmente o tempo e o dinheiro. Em quanto tempo você se formará em Direito? Quanto pagará pelo curso (seja mensalidade e/ou despesas diversas como livros, alimentação, transporte…)? Depois de ter os valores estimados, por mês/ano, fica muito fácil saber quanto custa chegar no S.

Achievable (Alcançável): Quais ações serão necessárias para chegar nesse futuro? Continuemos com o nosso intrépido estudante de Direito. Vimos no M que o valor da aspiração, agora como fazer para pagar? Linhas de crédito para estudantes? Estágio remunerado? Outra fonte de renda? Seja o que for, defina o quanto antes e corra atrás delas.

Relevant (Relevante)*: Você já sabe “o quê?”, “quanto?” e “como?” fazer para alcançar seu objetivo. Agora vem o “por quê?”. O R será o que vai te motivar quando as coisas estiverem difíceis. Não adianta ser otimista sem ser realista, conquistar seja o que for não é fácil. TODOS nós temos dias ruins e só conseguimos sair deles se soubermos exatamente o motivo de cada suor e lágrima. Sem relevância, desistir vai ter muito mais sentido do que continuar, por isso tanta gente abandona tanta coisa diariamente. Nosso exemplo quer ser advogado trabalhista porque acredita com veemência que os trabalhadores precisam ter seus direitos respeitados e não vai medir esforços para defendê-los da melhor forma possível. Qual o seu “por quê?” e não pense que “ficar rico” é uma boa resposta, ela é vazia e superficial. Se dinheiro fosse um motivador tão poderoso, todos seriam ricos.

Time-bound (Tempo limite): Quanto tempo você tem para alcançar sua meta? Quando nosso estudante será um advogado trabalhista bem sucedido? O T vai depender do tamanho do seu desejo, pode ser em dois ou dez anos, o importante é que você estabeleça uma data e não descanse até vencer esse desafio. Claro que pode ser prorrogado, mas tenha um prazo para chegar ao futuro que você criou.

E quando chegar lá (você vai chegar) seja SMART: crie outro futuro e comece tudo outra vez.

*Não havendo comprovação clara da autoria do método SMART, existem variações das palavras que formam a sigla. Alguns autores substituem Realistic (Realista) por Relevant (Relevante) e Attainable por Achievable, ambas com a mesma tradução: alcançável.

 

Gabriela Patú

Professora e Gestora de conteúdo em mídias sociais

Inciare Educação Criativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *