Estamos prontos para receber um Feedback negativo?

A palavra feedback se refere a qualquer tipo de informação que você recebe sobre você mesmo, ao longo da sua vida. Recebemos essas informações o tempo todo: dos colegas, dos professores, dos familiares… O problema é que, muitas vezes, queremos um feedback positivo, um elogio, uma curtida. Quando essa chamada vem na forma de crítica, podemos reagir mal ao comentário e não aproveitar o que realmente a outra pessoa quer nos passar.

Em um livro recente, “O poder do feedback”, os autores enfatizam que o segredo está em aproveitar o que o outro lado tem a dizer sobre nós, ou a maneira como absorvemos os comentários alheios. Saber aproveitar os insights que nos ajudem a crescer academicamente, pessoalmente e profissionalmente, mesmo não concordando com o que o emissor nos transmitiu. Saber ponderar e refletir sobre o ponto de vista do outro é a chave para controlar a principal variável do seu crescimento: você.

Pois bem, nessa era pós-digital, onde nos mostramos sempre nas melhores situações nas redes sociais, ansiamos por aprovação, curtidas, reações de espanto, compartilhamento. Não é fácil digerir um puxão de orelha, um “você tem que se esforçar mais”, “poderia ser melhor”, “ficou muito ruim”. Em uma atividade recente que realizei com meus alunos universitários, não pronunciei nenhum elogio à execução de um trabalho acadêmico. Pelo contrário: em alguns, cheguei a enumerar 16 falhas.

Reações de espanto e revolta não faltaram. Mesmo após o fechamento da atividade – quando dizia que queria mostrá-los que nem sempre quando fazemos nosso melhor, somos reconhecidos; que o mercado de trabalho não vai facilitar as coisas; que devemos buscar a excelência em tudo que fazemos; que os concorrentes irão sempre colocá-los para baixo – alguns olhavam torto para mim. Surgiam inúmeras justificativas para o injustificável. Surgiam várias desculpas para encobrir o fracasso.

Tentei passar para eles um pouco da sensação de não receber uma curtida imediata. Espero que eles entendam que, ao criticar, ganhei menos do que eles. Quando ficarem bons em receber feedbacks negativos, até os mais espinhosos vão parecer menos ameaçadores. E o desempenho será muito melhor.

Grande abraço,

Felipe Bravo
Iniciare.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *